fbpx

A História da Telefonia Celular

A História da Telefonia Celular

As ondas de rádio levaram o telefone para o carro

Antes do surgimento do primeiro telefone celular, já existiam telefones instalados em automóveis desde 1940. Esses aparelhos funcionavam através de ondas de rádio que depois serviram de base para o que hoje chamamos de telefonia celular. Se você não tivesse muito dinheiro para ter um telefone no carro, tinha que usar telefones públicos que surgiram em 1920, mas que foram remodelados para os famosos orelhões, que chegaram no Rio de Janeiro e em São Paulo em abril de 1974. Esses telefones funcionavam com o uso de fichas que posteriormente foram substituídas por cartões telefônicos.

foto: vivo guru

A iniciativa de levar o telefone para o carro partiu da Motorola que em parceria com a empresa de telefonia Bell que ficou responsável pela instalação de inúmeras antenas para repetição dos sinais de rádio pelos Estados Unidos. Em 1948, o sistemas já atendia 60 cidades e tinha cerca de 4 mil usuários.

1973 – A primeira chamada de telefone celular

Martin Cooper, inventor do celular segurando o primeiro modelo em uma mão e modelo recente da motorola em outra mão.

No dia 03 de abril, Martin Cooper, engenheiro da Motorola, a partir de um celular nas ruas de Nova York, ligou para o seu maior rival no setor e amigo; o engenheiro Joel Engel, da AT&T. Quando ele estava ao telefone, ele disse algo como: “Você sabe de onde estou ligando para você? Estou usando um telefone portátil, sem fio. Que tal a ligação?” . Engel ficou mudo pois tinha acabado de perder a corrida pela invenção do primeiro celular. Depois desse feito histórico, Martin concedeu uma coletiva para a imprensa anunciando que acabara de fazer a primeira ligação com o protótipo Dyna TAC, pesava mais de um quilo, media 25 centímetros demorava 10 horas para carregar e a bateria tinha apenas 20 minutos de duração. (fonte e foto: g1.globo.com)

1979 – Nascia a rede 1G

O Japão sempre esteve na vanguarda da tecnologia e em 1979 eles lançaram a primeira rede celular (1G) automatizada disponível comercialmente; no entanto, ela estava disponível apenas em automóveis. Já em 1981 a rede 1G chegou ao ocidente, primeiro na Escandinávia e depois no Reino Unido e América do Norte.

1983 – Celular passa a ser comercializado

Em 1983, a Motorola passou a comercializar o modelo DynaTAC 8000X que custava cerca de U$ 4000. Esse era o famoso “tijolão”. Já em 1985, Michael Harrison fez a primeira chamada de celular no Reino Unido. Ele ligou para o seu pai, o então presidente da Vodafone, Sir Ernest Harrison.

1990 – Celular chega no Brasil

A primeira rede de telefonia celular do Brasil foi lançada pela TELERJ, na cidade do Rio de Janeiro em 1990, seguido da cidade de Salvador. Já o estado de São Paulo, foi considerado o último grande mercado mundial a ser atendido pela telefonia celular, onde o serviço foi iniciado pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), somente em agosto de 1993. O primeiro modelo que apareceu aqui, foi o Motorola PT550. (Foto: TechTudo)

1991 – GSM, Rede 2G, SMS e MMS

O ano era 1991 quando foi lançado o telefone GSM (Sistema Global para Comunicações Móveis), juntamente com as redes celulares digitais 2G, que tornaram possível as mensagens de texto (o famoso SMS), mensagens de imagem e mensagens multimídia (MMS). O novo recurso só foi efetivamente utilizado em 1992, quando Neil Papworth enviou a primeira mensagem de texto para o celular (um Orbitel TPU 901) do diretor da Vodafone, Richard Jarvis. Dizia “Feliz Natal!”.

1996 a 1999 – O celular ganha o cinema, internet e os primeiros jogos

Se você assistiu Matrix em 1999 vai lembrar do Neo utilizando um celular deslizante. Era um Nokia 8110, chamado também de banana que foi lançado em 1996. Esse foi o primeiro dispositivo a apresentar uma tela LCD monocromática. Como os lançamentos demoravam para chegar no Brasil, para nós o aparelho já tinha um design bem inovador para a época. (foto: Spotern)

Ainda em 1996 era lançado o Motorola StarTAC, o primeiro celular tipo Flip. Me lembro dele ter chegado no Brasil em 1998. Esse modelo vendeu mais de 60 milhões de unidades em todo o mundo. (foto: hellomoto)

A Nokia inclusive foi a responsável por colocar internet pela primeira vez em um aparelho. O modelo era um Nokia 9000 communicator, lançado em 1996. (foto: Nokia Museum)

Ainda em 1997, nascia o icônico jogo Snake lançado no Nokia 6110, um marco no início dos jogos móveis.

Em 1999 a RIM lançou o Blackberry 850, com teclado qwerty, tinha tela monocromática, enviava e-mails e conseguia navegar em html. Era a internet já sendo incorporada em outros modelos.

2000 – A câmera chega no celular e surge a rede 3G

Em 2000 o celular Sharp J-SH04 traz a primeira câmera para um celular. O modelo foi lançado apenas no Japão e abriu portas para aprimorar e incorporar esse recurso. As redes 3G começam a ser implementadas em todo o mundo, proporcionando velocidades de transmissão de dados três a dez vezes mais rápidas do que 2G. Isso permitiu que os usuários assistissem a videoclipes, participassem de video conferências e utilizassem serviços baseados em localização pela primeira vez.

2006 – Câmera de 5 Megapixels, Bluetooth e WI-FI

Em Depois dos japoneses terem colocado a câmera no celular, o recurso começou a ser explorado por outras marcas, mas o lançamento do Nokia N95, em 2006, foi a primeira experiência real de smartphone. Ele rodava em Symbian, tinha 160 MB de RAM, a primeira câmera de telefone de 5 megapixels do mundo, com Bluetooth e Wi-FI. (foto: Nokia Museum)

2007 – O primeiro iPhone

Em Junho de 2007 viu o lançamento do iPhone 1ª geração. Revelado por Steve Jobs, ele apresentava um sensor de rotação automática, um aparelho mais fino que uma polegada, que não tinha teclado e usava tela sensível ao toque para fazer ligações, assistir a vídeos, ouvir música, conectar-se a um computador ou tirar fotos (tinha uma câmera digital de dois megapixels embutida) (foto e fonte: Folha de São Paulo). Aqui você confere a publicação oficial da apple sobre o primeiro iPhone.

2008 – Chega o Android

É claro que o Google não ia ficar de fora. Em 2008, primeiro telefone Android é lançado, chamado G1 (foto: Gizmodo). A criação desse sistema operacional foi resultado de um consórcio de desenvolvedores cujo o Google era o principal colaborador. O aparelho da HTC tinha uma tela de toque limitada e um teclado deslizante.

No mesmo ano, a Microsoft decide descartar o Windows Mobile, dizendo que ele não podia competir com iOS ou Android, e começou a trabalhar em um novo sistema operacional – Windows Phone. A Apple também lançou a App store com 552 aplicativos disponíveis para download.

2009 – whatsApp chegou

Em 2009, a empresa foi fundada por Brian Acton e Jan Koum, ambos veteranos do Yahoo. A idéia do aplicativo de maior utilização no planeta surgiu em uma noite filmes com amigos.

Neste mesmo ano, a TeliaSonera se tornava a primeira operadora (na Suécia e Noruega), a oferecer serviços 4G aos clientes. Em termos práticos, o 4G possuia velocidades de transferência de dados cinco vezes maiores do que nas redes 3G.

2011 – Samsung lider de Smartphones

A Samsung consolida seu lugar como líder global de smartphones com o Galaxy S II, tinha câmera de 8 MP e um display AMOLED (Tecnologia que permite que os milhares de pixels em uma tela sejam iluminados, ou não, através de uma ativação elétrica).

2012 – iPhone 5a. geração

Cinco anos após o primeiro iPhone chegar às prateleiras, a quinta geração é lançada. O iPhone 5 vende 5 milhões de unidades em seu primeiro fim de semana.

2013 – Biometria – Botão de Toque

A digitalização de impressões digitais se tornou popular quando foi lançada no iPhone 5S por meio do botão de toque. Mais segurança para acessar seu celular.

2014 – Facebook compra Whatsapp

Uma transação de US$ 19 bilhões.

2015 – Chineses entram na briga e 4G ultrapassa o 3G

As empresas chinesas Huawei e Xiaomi avançaram nos mercados ocidentais, mas tanto a Samsung quanto a Apple continuavam a dominar com o Galaxy S5 e o iPhone 6S, respectivamente, detendo 38% do market share global entre eles.

O tráfego de dados 4G ultrapassou o 3G pela primeira vez. Embora o 4G representasse apenas 14% das conexões móveis em 2015, já representava 47% do tráfego de dados móveis.

2017 – Telas maiores

A Microsoft encerra o suporte para o sistema operacional Windows Phone, apenas 7 anos após sua resposta ao Android e iOS. O domínio do design da tela continua a crescer, com o Samsung Galaxy S8 e o iPhone X adotando proporções de tela-corpo de mais de 82%.

O foco no espaço da tela mostra a ascensão da tendência de ‘entalhe’. O Sharp Aquos S2 e o Essential Phone foram os primeiros a exibir o recurso antes do iPhone X dar-lhe verdadeiro destaque.

O serviço de mensagens SMS celebra seu 25º aniversário. Depois de lutar para obter ampla adoção devido à cobertura insuficiente, o serviço agora transmite 22 bilhões de mensagens diariamente.

2018 – Funcionalidade e Design

O fabricante chinês Ulefone lança o Power 5 incorporando uma bateria de 13.000 mAh, a maior já vista em um telefone móvel mais de quatro vezes maior que o carro-chefe da Apple, o iPhone XS Max lançado no mesmo an

2019 – Rede 5G

O Reino Unido e os EUA começam a implantar a rede 5G, as indicações iniciais apontam para velocidades de transferência de dados do mundo real 10 vezes mais rápidas do que 4G.

2020 – Caso de Amor

Um estudo americano, chamado de “America’s Love Affair with their Phones.” (O caso de amor dos americanos com seus telefones’), revelou que 66% dos americanos checam seus telefones 160 vezes por dia. Quase o mesmo número (65,7%) admitiu dormir com seus smartphones à noite. 45% dos participantes disseram que preferiam desistir do sexo por um ano do que desistir do celular e 32,7% passam mais tempo ao telefone do que com o parceiro. 73,4% dos participantes admitiram que usam o telefone no banheiro, mais da metade dos participantes (55,4%) disseram que olham para o telefone enquanto dirigiam e 87,8 % sentem-se incomodados por deixar o telefone em casa.

2021 – Mais celulares que gente

Em 2021, atingimos a marca de 4,66 bilhões de usuários de internet, desses, 92,6% fazem seus acessos por celular. Atualmente a população mundial está estimada em 7,83 bilhões, dessas 5.22 bilhões de pessoas, possuem algum tipo de celular (seja ele conectado ou não na internet). Isso representa 8,02 bilhões de conexões de celular, isso porque a média de telefones por pessoa é de 1.54 (existem mais celulares que pessoas no mundo).

Mas é preciso ter cuidado…

O vício em telefones celulares é chamado de nomofobia e acomete cerca de 200.000 milhões de seres humanos. Um outro termo, “ansiedade pelo toque”, que é usado para descrever a sensação de ouvir o telefone quando na verdade não está. Há ainda o chamado “phubbing”, que descreve o comportamento de uma pessoa que ignora tudo ao seu redor (incluindo seres humanos) devido ao uso do celular.

Fontes de pesquisa: Tiger Mobiles, Vivo Guru, Apple, HelloMoto, We are Social, CanalTech, Nokia Museum, IMDB, Folha, TechTudo, Estadão, G1, Globo Play, Whatsapp, Gizmodo, Spotern, Wikipedia, Smalbiztrends.

A história da telefonia celular até 2021. Versão de baixa resolução. Clique para abrir em alta.
A história da telefonia celular até 2021. Versão de baixa resolução. Clique para ampliar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
WhatsApp